quarta-feira, 29 de junho de 2016

Os sonhos Uma realidade além da realidade

Ao observarmos a realidade a nossa volta, e as diversas realidades intrínsecas  em nosso Eu, construída pelos diversos campos imaginários da projeção da nossa mente consciente, capaz de criar cenários incríveis em mentalizações que projetam até mesmo o futuro ainda não vivido e que sem sombra de dúvida, poderá a vir a se materializar no tempo e espaço de um amanhã que se constrói a cada instante, como o momento atual que foi construído por mentes como do físico Einstein que criou a teoria da relatividade e tornou-se real uma tese que ficava apenas no campo da mística estipulada por alquimistas de épocas remotas, que tudo que somos e que esta em nossa volta é pura energia e que a própria matéria que tocamos e sentimos é apenas energia condensada para existir determinadas matérias de diferentes formas existenciais.
Como Einstein, grandes mentes projetaram o mundo atual, a exemplo de Isaque Newton, Thomas Edson, Santos Dumont e outros. Construíram em seus imaginários o mundo que hoje vivenciamos, o universo da energia que transita em puro eletromagnetismo de aparelhos simples a exemplo do telefone celular a uma nave espacial que projeta satélites de busca por  realidades ainda não comprovadas, mas que acredito existirem. É incrível como a distancia se tornou tão curta pelo efeito da tecnologia que passou a compactar o tempo e o espaço do homem da atualidade, diferenciando-o daqueles que viveram no século XVIII ou em outra realidade mais remota.
E no atual momento imaginamos o amanhã, acreditamos sem sombra de dúvida que será uma realidade de maiores descobertas e de domínios de elementos tão fascinantes como os atuais. Nesse universo de fascínio, somos sempre transportados para um universo impenetrável, intocável, que é o mundo dos sonhos. Sonhar, é algo que nos transporta em uma aventura que pode ser dolorosa e angustiante, como também mágica e fascinante, onde podemos encontrar pessoas e vivenciar realidades jamais imaginadas, onde visualizamos rostos nunca antes vistos, e lugares nunca visitados, o poder do realismo dos sonhos é tão próprio, eu posso dizer tangível, que parece podermos tocar nos objetos que compõem o cenário dos sonhos, acordar em momentos, parece uma perda de um lugar de perfeição, beleza, sabor e satisfação, e em outros momentos uma libertação de algo que  parece nos sufocar, que leva-nos a um estado de morte eminente, e quando parece que o momento final será concluído, subitamente: “Foi apenas um sonho...” 
Mas de que elemento são feitos os sonhos? São fragmentos de lembranças de uma consciência objetiva? Ou são lembranças de realidades vividas a qual não lembramos mais? Quem são os rostos que surgem nos sonhos, os quais nunca virmos na nossa realidade vivida no dia-a-dia? E os lugares que trilhamos? Que mágica arde tão fascinante nos sonhos? Por acaso os sonhos relatam uma realidade além da nossa compreensão que transcende o tempo e o espaço? Pois esta escrito em diversos relatos, até mesmo em histórias bíblicas, que decisões tomadas que mudaram a historia de uma nação, a exemplo do Egito antigo, o qual José ainda aprisionado em um cárcere, sonhou com um acontecimento inusitado na vida de um carcereiro, que posteriormente relatou ao Faraó, que sonhou com elementos que simbolizavam momentos alegres e críticos para sua nação, e assim José decifrou, construindo assim uma mudança inacreditável na sua vida e naquela nação do Egito antigo, e até hoje, como sempre na trajetória da humanidade, os sonhos foram e são elementos presentes no dia-a-dia de cada individuo, e habitualmente nas noites de sono do individuo, levando-o a vivenciar algo que o transporta além da imaginação, o fazendo acreditar que há realidades além da qual ele vivencia, semelhante a uma realidade paralela, onde diversos mundos se intercalam e se vive no universo dos sonhos.
Falar, pesquisar e estudar sobre os sonhos é tão importante que cientistas, filósofos, religiosos e místicos tem escrito e debatido, cada um com sua teoria. Há aqueles que afirmam que os sonhos podem ser dominados, podendo levar a descobertas importantes, a exemplo do último filme que fala sobre os sonhos, onde teoriza a ideia dos sonhos compartilhados com outros sonhos, contracenado por Leonardo DiCaprio, intitulado “ A Origem”, mas o que é um sonho? É um sonho uma realidade desta existência? Ou essa existência é a realidade de um sonho?

Nenhum comentário:

Postar um comentário