quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A busca



O sentir nos tornou vassalos e viciados pelo prazer.
Este sentir nos tornou hábeis conhecedores da dor.
Todo o sentir é uma janela para o cárcere em nós,
São prisões sem grades, sem muros, onde não há portas,
Apenas um carrasco que chora e sorri em alguns momentos,
Pois acredita que existe um futuro
Que em alguns instantes se confunde com nós mesmos.
Criamos grades em volta do nosso riso...
Vivemos o cárcere quando choramos.

Carlos Reis Agni

Um comentário:

  1. "(...e buscamos a Liberdade como loucos, para depois nos aprisionarmos de maneira voluntária à sentimentos, numa ânsia desesperada pelo "sentir, desejar e ser desejado"!!!"

    ResponderExcluir